As minhas Personagens...

Apesar das várias assinaturas..., as palavras são todas da minha autoria.







Pesquisar aqui!

Número total de visualizações de página

terça-feira, 5 de julho de 2011

A silhueta



As silhueta acolhe-nos na sua sombra própria.
Normalmente tem uma beleza muito sua...
Não mostra cor ou padrão...
Não mostra sorriso ou perdão.
Só mostra os limites e
A linha que divide fundo e figura negra.

Consegue ser sensual e assustador.
Consegue seduzir sem mostrar o conteúdo,
Consegue ser bela sem mostrar o seu interior.

A silhueta tem como objectivo esconder-nos
Afirmando-nos.
Gosto de silhuetas, porque nos delineiam.
Desenham a forma do nosso corpo
E sublinha-nos a tangente com o fundo que nos tem.

Sinto-me bem silhueta porque mostro-me
sem me mostrar.
E ninguém vê o meu rosto, pele ou cor...
Ninguém me toma pela textura...

A mancha que passamos a ser
Uma vez silhuetas,
Dá-nos o poder de actuar sem expressão descoberta.
Somos alma em forma de forma
Que pode ser projectada como sombra
Ou usada como sombra própria...

A silhueta consegue esconder a lágrima,
Mas transborda expressão corporal.
Mancha a pele, mas afirma a volumetria...
Talvez nos exponha mais, afinal,
Que o nosso corpo em fotografia.

Diana Estêvão

Eu

A minha foto
Planeta Terra, Portugal
Para quem visitar o meu espaço, não se esqueça que o último texto da página foi o primeiro a ser colocado e que entre os primeiros e últimos textos, há sempre uns pelo meio... Digo isto porque quando leio um blog, tento perceber se há algum texto que me agrade, sem deixar que os primeiros, os últimos ou os do meio me repulsem... Aqui, há textos para todos os gostos.