As minhas Personagens...

Apesar das várias assinaturas..., as palavras são todas da minha autoria.







Pesquisar aqui!

Número total de visualizações de página

sábado, 19 de setembro de 2015

Sonhos de Agosto

Tu,
Que invades os meus sonhos,
Pára-me.
Tu,
Que me prendes na tua presença,
Manda-me embora.
Tu,
Que me atrais até ti,
Dá-me mais indiferença.
Tu,
Que nada me falas,
Diz-me que não vai acontecer…
Não me deixes ceder.
Tu,
Que me segues nos pensamentos,
Diz-me que não haverá nada…
Para eu parar de pensar na possibilidade
De tocar-te numa madrugada.

Ofélia Castro


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Ela...

Fico-me pelo sonho...
Fico-me pela noite...

Ela avisa-me que o tempo escorre-me pelos dedos...,
Que vai visitar-me todas as noites
E confrontar-me com os meus medos.
Ganho mais força e ela também...
Damos a mão,
Sincronizamos a pele, os ossos
E o nosso sangue em circulação...
Ela vem e pega-me pela mão,
Leva-me pelos caminhos da inspiração
E dá-me letras e sons que não conheço...
Ela só existe em mim.
Ela só existe por mim.

Ela chama-se: VOCAÇÃO.


Diana Estêvão
2015

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Nunca Será Tarde Demais


Nunca será tarde demais…
Se no teu peito sentires
Que não te concretizaste,
Nem fizeste tudo o que desejaste…
Esses pensamentos lentos…
Que tens tido durante a noite,
Que te levam a querer
Cruzar Mares Turbulentos
Cuja coragem te faltou ter...

Nunca será tarde, pessoa,
Para descobrires a alma que és,
E trazeres a ti, a gloria a teus pés.
Nunca será tarde enquanto doa
A verdade porque não te reges
E que todas as noites adormeces…

Nunca será tarde, guerreiro,
Para Vingar no Fogo Cruzado
E praticar o Desejo Fundado
Bem guardado e amassado!
Aquele que omites a ti, escudeiro!
Nunca será tarde, muralha,
Para provares a ti próprio
Que és maior que a tua fachada!

Nunca será tarde
Para Sonhar Acordado,
Para veres o teu Empenho,
Trabalhado e Apaixonado
Ser deitado por Terra…
Para te ergueres de novo
Com o engenho que te fez Nascer
Para veres Concretizado o teu Sonho de Viver.


Diana Estêvão
Setembro 2015

Eu

A minha foto
Planeta Terra, Portugal
Para quem visitar o meu espaço, não se esqueça que o último texto da página foi o primeiro a ser colocado e que entre os primeiros e últimos textos, há sempre uns pelo meio... Digo isto porque quando leio um blog, tento perceber se há algum texto que me agrade, sem deixar que os primeiros, os últimos ou os do meio me repulsem... Aqui, há textos para todos os gostos.