As minhas Personagens...

Apesar das várias assinaturas..., as palavras são todas da minha autoria.







Pesquisar aqui!

Número total de visualizações de página

terça-feira, 13 de junho de 2017

Mulheres

As mulheres não podem expressar a sua opinião.
As mulheres não podem cantar com verdade.
As mulheres não podem dançar por paixão.
As mulheres não podem ser independentes.
As mulheres não podem ganhar um ordenado maior que o seu marido.
As mulheres não podem liderar.
As mulheres não podem ser mais que os homens.
As mulheres não podem amar.
As mulheres não podem ter prazer.
As mulheres não podem ser felizes.
As mulheres não podem ser...
As mulheres não podem...
As mulheres...
Mulheres...
Mulheres...
Mulheres.
Melhores...
Mulheres...
Melhores...
Mulheres...
São forças sobre-naturais naturalmente contidas num corpo.
Melhores que elas mesmas, melhoram-se há anos.
Mulheres são o Ser Humano mais fantástico que o Mundo experenciou.
Mulheres são sinónimo de Força mental.
Mulheres são a resistência persistente duradoura da capacidade de aguentar.
Mulheres são Todos os Furacões a quem deram o nome de
Mulheres!
Mulheres são mães do Universo.
Mulheres são matrioscas, são fertilidade cerebral e orientadora.
Mulheres são liderança muda.
Mulheres são o colo de todo o amor.
Mulheres são o pesadelo mais feroz de todos os homens.
Mulheres são o monstro da verdade mais precisa.
Mulheres são a riqueza mais célebre do Mundo que conhecemos.
Mulheres são VIDA.










Corre-me nas veias...

Nao te sufoques nas minhas veias...
Tenho histórias dentro de mim, mas elas transbordam-me e às vezes venho à tona e boio na superfície delas... Deixo-me alienar pela verdade das minhas fantasias mentirosas de veracidade...
Não as sigas nem as desmembres. São jamais identificáveis. É totalmente obtuso fazê-lo. Vais cortar-te nos vértices das minhas palavras e imaginar quem são as minhas personagens...
Vais queimar-te com as frases que são todas minhas, tal como todos os individuos de mim mesma.
Podes ter ciúmes. Mas serão ciúmes de mim mesma, então. Sou ramificada e deixo-me ramificar.
Deixo-me penetrar por mim mesma. Sou violada todos os dias por mim, por todos os que sou.
Traio-te comigo... Mas não me podes separar de mim.
É caro estar comigo. Sai caro porque a minha veia não é artística... É Divina!
Estar apaixonada por um homem é um sentimento pequeno ao lado do que é praticar a paixão pela minha vocação.
O arco-íris não tem sete cores. E existe muito mais do que cinquenta tons de cinzento...
Aguenta-me.



Demónio

Disseram-me que queimavas.
Que cuspias fogo.
Que magoavas.
Disseram-me que torcias,
Mordias,
Que podias e sabias, fazias
E acontecias...
Disseram-me que não.
Disseram-me mal de ti.
Contaram-me pior sobre nós.
Disseram-me que assustas a morte.
Disseram-me que fazes a tua sorte.
Desenharam-te torto.
Explicaram-te podre.
Tomaram-te por outro?
Procurei-te o corpo...
Não te vi porco, sujo ou morto.
Onde estás que não te vejo?

A Caligrafia


A caligrafia define-nos a superfície do que somos e algum conteúdo da derme...
Mas somos mais que epiderme e conteúdo palpável.
Somos o que não dizemos, somos o que queremos e o que não queremos tanto dizer. Somos se quisermos.
Fomos. E já o dissemos...
Quase tudo pode ser lido numa caligrafia ou não.

Será possível apaixonarmo-nos por uma caligrafia?

Guardaria com carinho trechos de caligrafias de todos os meus deslumbres, como se fossem pedaços das almas deles. Quase um mostroario de personalidades. Quase algo macabro. Quase algo espantoso.
Por vezes o que não é termina no quase...


terça-feira, 6 de junho de 2017

Retalhos de Vida

A sombra não se evita.
Não se apaga.
Não conseguimos afastá-la de nós...
Tal como o pensamento mais oprimido.

O Sol não pede licença para nascer,
Tal como a empatia não pede para acontecer.
O vento por vezes incomoda, mas outras sabe bem ter...
Tal como a cumplicidade não se cobra. Existe.
Dê jeito ou não, o bem que ela sabe ao crescer.

O deslumbramento não avisa.
O fascínio não nos evita.
O encantamento é discreto como a brisa...
E só quando é rajada sabemos que nos agita!

Como não cheirar o perfume intenso do desejo?
Como fugir da nossa sombra projetada
Se a nossa sombra própria existe em nós?!



Eu

A minha foto
Planeta Terra, Portugal
Para quem visitar o meu espaço, não se esqueça que o último texto da página foi o primeiro a ser colocado e que entre os primeiros e últimos textos, há sempre uns pelo meio... Digo isto porque quando leio um blog, tento perceber se há algum texto que me agrade, sem deixar que os primeiros, os últimos ou os do meio me repulsem... Aqui, há textos para todos os gostos.